História e Canavial |

mai/10

27

Patrimônio Sacro em perigo

PROGRAMA CANAVIAL

EDITORIAL 67

 

AS IMAGENS DAS IGREJAS DA MATA NORTE SÃO PATRIMôNIO DE TODOS NÓS.

Severino Vicente da Silva

 

O mês de maio sempre foi dedicado ao culto da Virgem Maria, honrada pelos católicos como a Mãe de Jesus. Em todas as igrejas católicas eram realizadas noites de orações patrocinadas por paroquianos, que eram chamados de “noiteiros” e, o mês terminava com festa de coroação da imagem e foguetórios em frente da igreja. Era o mês de maio, o tempo escolhido para a realização de muitos casamentos, como se todos esperassem ser abençoados pela Maria, madrinha de muita gente pobre dessa região. Mas este mês de maio que termina na próxima segunda feira foi de grande tristeza pois foram roubadas imagens de igrejas em Tracunhaém e Goiana.

São Francisco

São Francisco

Quando apreciamos as santas e os santos que nascem da imaginação e das mãos dos santeiros de Tracunhaém, nós nem imaginamos que, esses artistas, quando meninos eles entraram nas igrejas, e ficavam olhando aqueles santos nos altares, vendo seus rostos, as suas roupas, os movimentos de suas mãos e calma dos seus rostos. E tudo ficou guardado no mais profundo de suas memórias. Depois, mesmo sem se lembrarem dos tempos de meninos e meninas, esses artistas refizeram aquelas expressões, criaram novos santos. Quem anda em Tracunhaém anda numa espécie de céu, cheio de santos: são Franciscos, Josés, Marias,  Antonios, e anjos, muitos anjos, sempre com leões, pássaros, cobras, bois, como se tudo estivesse em uma imensa Arca, uma nova Arca de Noé. A mesmo sensação se tem quando uma pessoa entra no atelier de Zé do Carmo. Esses santeiros da Mata Norte criam um novo Patrimônio Cultural, continuando e enriquecendo o patrimônio que nossos antepassados deixaram nas igrejas de nossas cidades. E temos que proteger tanto o antigo como o novo patrimônio, pois eles são um só. As autoridades civis, governamentais e religiosas precisam tomar mais cuidado com a riqueza de nosso patrimônio.

Nossa Senhora e São José de Botas

Nossa Senhora e São José de Botas

Por falta de segurança, estamos perdendo nossas imagens para gente rica de outros lugares que pagam alguns ladrões que chegam e tomam o que é nosso. Este mês de maio nós perdemos uma imagem de São José de Botas e uma Nossa Senhora. Essas imagens fazem parte de nossa cultura, de nossa existência. Já perdemos muito de nosso patrimônio com a destruição de casas grandes e de engenhos. E se continuarmos a deixar que nos levem o pouco que restou de nosso passado histórico, nós desapareceremos na história, como muitos animais e plantas já não mais existem em nossa região dominada pelo amargor do açúcar.

O Programa Canavial pede que cada morador, cada prefeitura, das cidades da Mata Norte se torne um protetor de nosso patrimônio.

Editorial escrito para os dias 31 de maio e 1º de junho de 2010.

No tags

No comments yet.

Leave a Reply

<<

>>

Theme Design by devolux.nh2.me