História e Canavial |

set/09

2

Plantando na Mata

PLANTANDO MATA

A gente está sempre recriando a vida, mesmo quando a gente se senta em um banco de praça ou em um pedaço de coqueiro, e ficamos assim, cubando a vida, pensando no que já fizemos e no que ainda iremos fazer. Pode ser que a gente não faça tudo que deseja, mas, como é bom desejar, sonhar!
E como a gente sonha, e a vida da gente pode ser do tamanho do sonho que a gente tem, esse calor me fez sonhar com um conselho do Padim Ciço.
Todos os anos tem gente daqui, da nossa cidade, que realiza o sonho de ir até o Juazeiro do padrinho Cícero Romão, dizer umas preces e voltar para a luta de conquistar a vida cada dia da semana.
Uma das coisas bonitas do Juazeiro do Padim Ciço é o horto, aquelas árvores. Elas não existiam ali, mas o Padim mandou plantar porque ele sempre soube que a sua gente precisa de sombra para descansar um pouco. O Padim dizia que se cada um plantasse uma árvore o deserto do sertão ia se acabar. Imagine isso aqui!
Na terra que a gente mora antigamente havia muitas árvores. Por isso toda essa região era chamada de Nazaré da Mata!
Mas as árvores foram derrubadas para plantar cana ou para fazer navios. E as ruas da cidade quase que não tem árvore, quase não tem sombra e é um calor enorme, que a gente não agüenta mais. Por isso, o Programa Canavial está sugerindo que os gostam do padim Ciço plantem uma planta, um pé de árvore na frente de sua casa em homenagem a ao santo do Juazeiro. A gente cuida dela, ela vai crescer e a rua da gente vai ficar bonita, a cidade da gente vai ficar bonita.

No tags

No comments yet.

Leave a Reply

<<

>>

Theme Design by devolux.nh2.me