História e Canavial |

nov/09

4

Aula-espetáculo de maracatu nas escolas

Editorial para o Programa Canavial dos dias 30 e 31 de outubro

Caros ouvintes,

Todos os anos, nos dias de carnaval, nós nos acostumamos a ver desfiles de maracatus. Esses desfiles são conhecidos como Encontros de Maracatus. Vem muita gente assistir, e todo mundo acha bonito, tira foto, mas será que a gente sabe o que significa esse desfile, de onde vieram os caboclos, porque tem caboclos de lanças e porque tem caboclos que tem chapéus feitos de pena? E será que a gente sabe quem inventou as roupas que os caboclos vestem? E por que será que o caboclo usa lança e o índio tem uma machada na mão?

Estão vendo quantas coisas a gente vê e não sabe bem de onde vem? Pois é, essas invenções da gente, essas criações do povo brasileiro não são ensinadas nas escolas! As escolas da gente deviam ensinar mais sobre as invenções que os nossos antepassados, nossos pais criaram. Como não ensinam, as crianças saem da escola sem sabe o que é um Cavalo Marinho, de onde vem a Ciranda, como foi sendo criado o maracatu e tantas outras coisas da nossa cultura. Tem gente que sabe tudo sobre a história de outros países e outros povos, e não sabe nadinha, nadinha da história da cultura da cidade onde mora.

Ia ser tão bom que as escolas ensinassem mais sobre a nossa cultura!

Pensando nisso é que os mestres do Ponto de Cultura Estrela de Ouro de Aliança começaram a visitar as escolas e fazer uma aula espetáculo em algumas escolas da cidade. Essa idéia agora vai ser posta em prática em escolas na cidade de Nazaré da Mata. Os maracatus Águia Dourada, Leão Misterioso, Leão Cultural e Coração Nazareno vão, durante o mês de novembro fazer aula espetáculo em doze escolas da cidade. Eles vão se apresentar, mas vão dizer tin-tin por tin-tin o significado das roupas, das cabeleiras, dos instrumentos que são usados quando o maracatu sai para desfilar.

Assim, já no carnaval do ano que vem, muitas crianças e muitos rapazes e moças vão entender melhor o desfile dos caboclos. E os professores desses alunos também. Eles vão saber que o desfile de um maracatu de baque solto é uma aula de História do Brasil. Assim, de tiquin em tiquim, a gente vai aprendendo e ensinando a história do maracatu, que é parte da história de nossas cidades, e que é parte da história de Pernambuco e é parte da história do Brasil. E uma das primeiras lições que os mestres vão ensinar é que esse nosso maracatu, o Maracatu de Baque Solto foi criado depois que acabou a escravidão. Essa não é uma brincadeira de escravos, não é uma brincadeira que nasceu nas senzalas. E a gente deve ter orgulho de saber que a principal tradição da Zona da Mata Norte é uma tradição criada por homens trabalhadores e livres.

Tomara que essas aulas também aconteçam nas outras cidades da nossa região. Assim vai ser mais fácil explicar aos visitantes porque a gente tem tanto caboclo por aqui!

Viva a dança livre do caboclo de lança que agora está chegando nas escolas.

No tags

No comments yet.

Leave a Reply

<<

>>

Theme Design by devolux.nh2.me