História e Canavial |

TAG | Festival

PROGRAMA CANAVIAL

EDITORIAL 112

GOIANA- PERNAMBUCO NAÇÃO CULTURAL

Severino Vicente da Silva

 

Meus amigos,

A cada ano estamos acompanhando uma tradição que se firma neste início de século: a celebração coletiva de Pernambuco como uma nação cultural, criativamente cultural desde os sertões até o litoral. Temos participado e assistido a execução de um projeto no qual o povo de Pernambuco se mostra e se vê em plena ação criativa, confirmando-se em sua história, com uma maratona de oficinas, de transmissão de saberes de artes tradicionais que trabalham com o barro, a madeira, as palavras, os gestos de danças e teatros, mas também com as novas expressões das artes nascidas da tecnologia contemporânea, tais como a fotografia e o cinema.

Como sempre a seqüência PERNAMBUCO NAÇÃO CULTURAL começa com a Mata Norte, envolvendo os criativos setores das cidades de Goiana, Nazaré da Mata, Aliança, Tracunhaém, Condado, Itaquitinga, Buenos Aires, Glória do Goitá, Carpina, Lagoa do Carro, Ferreiros, Lagoa de Itaenga, Chã de Alegria, Tracunhaém e Paudalho. Essa nova disposição apresenta o dinamismo do Festival Pernambuco Nação Cultural, assumindo que, mesmo quando existe uma cidade-pólo, ela não é capaz de representar sozinha toda a criatividade da região.

Meus amigos, nesta semana segmentos diversos de nossas cidades “matutas” puderam conversar, transmitir, aprender e renovar a cultura pernambucana. Jovens colegiais estiveram em oficinas com artistas consagrados, viram como se faz o milagre do barro tornar-se sentimento – mais que isso: participaram do milagre; conversaram e estabeleceram uma história e se propuseram a contá-la em um minuto, usando as imagens e a linguagem do cinema; outro grupo mostrou mais interesse no mistério das palavras e foi por sonhos em versos e a poesia jorrou. E tivemos exposições de pintura, filmes de ótima qualidade, música agradável aos sentidos e aos espíritos. Poderia continuar a dizer as muitas maravilhas que tivemos a oportunidade de experimentar ao longo desta semana. Uma universidade ao alcance de todos. Alguns dirão que foram poucos os que dessa oportunidade aproveitaram. E isso é verdadeiro. Mas é assim o processo educacional. Nós somos educados naquilo que nos é oferecido diariamente para a nossa alimentação espiritual.

Ao longo de nossa história os bens culturais, desde os mais simples, esses que foram criados nas cozinhas das casas grandes, nos sobrados e nos palacetes, até as belas músicas criadas pelo padre Maurício, por Tom Jobim, Beethoven, Bach, Luiz Gonzaga, e muitos outros gênios ficaram distantes da formação cultural da maioria dos brasileiros. Os artistas, esses anjos da arte e dos sonhos que vivem entre nós, mas nós não conhecemos, permanecem desconhecidos enquanto a indústria cultural despeja a mediocridade mais abjeta sobre todos nós, estabelecendo padrões de beleza e felicidade de pouca qualidade. Assim, quando recebemos alguma pérola como essas oficinas, ainda temos dificuldades em apreciar as belezas que elas nos trazem.

Meus amigos, o PROGRAMA CANAVIAL se alegra com a Festival Pernambuco Nação Cultural que tem início nas terras da Ciranda, do Maracatu de Baque Solto, do Cavalo Marinho, dos Caboclinhos, das Pretinhas do Congo, dos Santos de Barros e de São Severino do Ramos; o PROGRAMA CANAVIAL deseja o mesmo sucesso em todas as regiões culturais de nosso Pernambuco.

Viva Pernambuco, Viva nossa Nação Cultural.   

para os programas do dia 09 de abril de 2011

· · ·

dez/10

9

FESTIVAL CANAVIAL EM VICÊNCIA

PROGRAMA CANAVIAL

EDITORIAL 94

 

 

FESTIVAL CANAVIAL EM VICÊNCIA

Severino Vicente da Silva

Caros amigos,

Estamos no segundo final de semana do Festival Canavial 2010 e, além do Caminhos do Canavial acontecendo em Nazaré da Mata, temos ações também em Vicência.

Caminhos do Canavial é uma ação de grande profundidade e importância cultural, pois que ele envolve vários setores e agentes da comunidade educativa. Essa ação consiste em promover um encontro de crianças e jovens com os livros. Um ônibus foi transformado em biblioteca e está visitando alguns distritos das cidades que estão envolvidas no Festival Canavial. Os livros fazem parte do Ponto de Leitura Estrela de Ouro, da Biblioteca Mestre Batista. O ônibus/biblioteca chega e recebe alunos das escolas locais que podem escolher livros para manusear e participam de um concurso de poesia. Ah! Também tem a presença de dois grandes mestres: O Mestre Calou, de Vicência e o Mestre Costa Leite, cordelista de Condado. Neste final de semana o Caminho do Canavial estará em Nazaré da Mata.

Mas, nesta sexta e neste sábado, Vicência, que no dia 20 celebrou a Consciência Negra da Nação Brasileira, vai realizar o grande Encontro de Sanfoneiros que vai acontecer na Praça da Matriz, homenageando Baixinho dos Oito Baixos e Biu Mata. Vai ser muito gostoso ouvir tantos sanfoneiros puxando o fole e fazendo a gente dançar a música feita por gente como a gente.

Então, o Programa Canavial convida todo o mundo a participar dessa grande festa de nossa cultura.

 

Para os dias 26 e 27 de novembro de 2010

· ·

PROGRAMA CANAVIAL

Editorial 93

FESTIVAL CANAVIAL

Severino Vicente da Silva

Meus amigos,

Tem início neste dia 19 e vai até o dia 04 de dezembro o FESTIVAL CANAVIAL.  A cada ano a Zona da Mata Norte experimenta o congraçamento de cidades, das pessoas, artistas, profissionais da região, na troca de informações e saberes tirados da vida e recriados pelas artes dos homens e mulheres da região.

Na cidade de tracunhaém haverá, na sexta e sábado, uma Roda de Mestres sobre a Ciranda e os cirandeiros e também muita ciranda na praça principal da cidade. Tracunhaém é a cidade que transforma a vida em obra de arte, uma arte surgida do encontro das mãos com o barro. Quase uma criação divina!

No mesmo dia 19, no Engenho Poço Comprido vai acontecer o CAMINHOS DO CANAVIAL, com a biblioteca  Mestre Batista, do Ponto de Leitura Estrela de Ouro de Aliança, contando histórias e dividindo a leitura e tradição juntamente com o Mamulego do Mestre Calú, a Poesia do Cordelista Costa Leite e o Cavalo Marinho Mestre Batista.

No Engenho Poço Comprido foram plantados, faz muito tempo, dois Baobás. Essas plantas atravessaram o Oceano Atlântico, foram trazidas da África para o Brasil, como aconteceu com muitos homens e mulheres que aqui chegaram como escravos. Para lembrar essa parte de nossa história vai acontecer, durante todo o dia 20, o Segundo Encontro de Jurema do Festival Canavial no engenho Poço Comprido, com a presença de mestre juremeiros e pesquisadores dessa religião que vem sendo praticada por uma parte do povo brasileiro, especialmente o povo da Mata Norte.  

Meus amigos, o PROGRAMA CANAVIAL, que faz parte do Movimento Cultural Canavial, convida vocês e todos os seus amigos, a participar das atividades do Festival Canavial que serão comentadas ao longo de nossa programação hoje e na próxima semana, serão atividades que ocorrerão nas cidades de Nazaré da Mata, Aliança, Vicência, Tracunhaém e Condado.

 

Para os dias 19 e 20 de novembro de 2010.

· ·

Theme Design by devolux.nh2.me