Posts Tagged ‘Biblioteca Mestre Batista’

Um pouco de Milena


2011
11.12

Hoje quem conta um pouco sobre o Ponto de Leitura é Milena. Ela ficou me dizendo as palavras e eu fui escrevendo, ajudando a dar forma. O Importante é o texto dela

UM POUCO DE MILENA

Meu nome é Milena Rosângela Nunes do Nascimento, eu tenho doze anos de idade e moro Assentamento Margarida Alves, que fica em Aliança. Eu tenho cinco irmãos. Meu pai ele toca “mineiro” no Terno do Maracatu. Eu estudo na Escola Municipal Chã do Camará, faço a terceira série. Eu faço tarefas de matemática, português e levo tarefa para fazer em casa.

Aos sábados vou para a sede do Maracatu Estrela de Ouro de Aliança, onde funciona a Biblioteca Mestre Batista que faz parte do Ponto de Cultura. Eu venho com meus irmãos Maria José que é conhecida por Nana, e Breno. Na Biblioteca eu encontro Manuela e Érica e Daniela que são as orientadoras.
Hoje eu fiz desenhos de gato, rato e manteiga e depois pintei. Isso fez parte uma história sobre um Gato e um Rato. Foi uma história em o Rato enganou o Gato. o rato dizia que ia para uma festa, para enganar o gato. O rato dizia era a festa dos sobrinhos que se chamava Média, Pouquinho e Vazio. Na verdade o Rato comia a manteiga e Médio era quando o pote de manteiga estava pela metade, Pouquinho era quando ainda havia manteiga e vazio quando já não tinha nada.
Eu tenho uma carteirinha da Biblioteca Mestre Batista, ela serve para tomar livro emprestado e levar para ler em casa. Todos os sábados eu levo um livro e devolvo no sábado seguinte. Já levei para ler em casa a revista do Sítio do Pica-Pau Amarelo.

prof. Biu Vicente

A festa da Biblioteca, o nosso Ponto de Leitura


2011
10.31

O mês de outubro deste ano foi bastante festivo no Ponto de Leitura que funciona no Ponto de Cultura Maracatu Estrela de Ouro de Aliança. Na primeira semana publicamos um texto de Anderson relatando a viagem que ele fez, com mais dez colegas, até a cidade do Recife para ver, andar, participar da Bienal Internacional do Livro. Depois veio o dia das Crianças, que também é considerado o Dia da Leitura. E, no dia 15, ocorreu uma festa com Corrida de Limão na Colher, Encher Bola de Plástico até estourar, Dança das Cadeiras, Quebra Panela e dança de Cavalo Marinho. Tudo isso numa tarde. E ainda foi uma homenagem aos professores.

Enquanto esses eventos se sucediam, a equipe de educadores (Wanessa, Érica, Daniela, Manuela) que acompanham as crianças a cada sábado, vinham desde o início do ano re-estruturando a Biblioteca Mestre Batista, estudando novas maneiras de contar história; reorganizando o acervo sob a orientação de Andréa Batista e com a ajuda de Felipe Wolney e Jacilene. A Biblioteca Mestre Batista promoveu uma oficina que discutiu o significado de Patrimônio – imaterial e material – e esses estudos foram realizados no Ponto de Cultura Poço Comprido. Também foi iniciado um trabalho de organização da memória fotográfica do Ponto de Cultura e um levantamento dos troféus existentes na casa sede do Maracatu Estrela de Ouro de Aliança. Organizar as informações e facilitar o seu acesso é uma das tarefas de uma biblioteca. Assim ela se mantém viva e parte de sua comunidade. E a casa onde funciona a biblioteca é tão viva que ela cresceu mais duas salas. A casa ficou maior e com mais espaço para os livros e para as pessoas.

Agora, no dia 30, último sábado do mês de outubro, fizemos uma festa para re-inaugurar a nossa Biblioteca. Participaram da festa todas as crianças e seus pais. Recebemos a visita do casal Júlio e Júnia com as suas filhas gêmeas, Catarina e Isabela, que vivem em João Pessoa. E também veio uma professora da Rede Municipal de Aliança com seu esposo e filho. Participaram da alegria das crianças vestirem-se de caboclos e caboclas, sob o comando do Mestre Luiz Caboclo e os versos de Mestre Nercino. Os pequenos manobraram no terreiro, especialmente nos espaços sombreados das jaqueiras.

O mestre Mariano formou um banco, ou seja, a orquestra do Cavalo Marinho, perto de uma mangueira, e assumiu a função do Capitão Marinho, e o terreiro foi tomado por crianças e visitantes a dançarem Cavalo Marinho. Bom é notar que estava no banco o Mestre de Capoeira Iaô, de Condado, e também o Mestre Biu do Coco, Ederlan, Aamazonas e Patrícia, a qual durante algum tempo auxiliava nas tardes de sábado. E teve a presença do presidente do Maracatu Estrela de Ouro de Aliança e da diretoria e sócios da Associação Reviva, a permanente parceira de nossa Biblioteca. As crianças Andréa e Péricles cortaram a fita simbólica da inauguração dos novos espaços.

E vieram os bolos, os refrigerantes e o momento em que Daniele ficou anotando quais os livros que estavam sendo levados para a leitura em casa.

Prof. Biu Vicente